Vol. 26 (2010): Número especial 2
Artículos

Aspectos culturais associados às minhocas no Brasil.

Gustavo Schiedeck
Estação Experimental Cascata, Embrapa Clima Temperado, BR 392, km 78, 96001-970, CP 403, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. e-mail: gustavo.schiedeck@cpact.embrapa.br
José Ernani Schwengber
Estação Experimental Cascata, Embrapa Clima Temperado, BR 392, km 78, 96001-970, CP 403, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. e-mail: gustavo.schiedeck@cpact.embrapa.br
Joel Henrique Cardoso
Estação Experimental Cascata, Embrapa Clima Temperado, BR 392, km 78, 96001-970, CP 403, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. e-mail: gustavo.schiedeck@cpact.embrapa.br
Márcio De Medeiros Gonçalves
Programa de Pós-graduação em Sistemas de Produção Agrícola Familiar, Universidade Federal de Pelotas, Capão do Leão, Rio Grande do Sul, Brasil. e-mail: marciogoncalves@epagri.sc.gov.br
Greice De Almeida Schiavon
Curso de Bacharelado em Ecologia, Universidade Católica de Pelotas, Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. e-mail: greice_grapes@yahoo.com.br

Publicado 2010-08-10

Palabras clave

  • Etimologia,
  • cultura,
  • mitos,
  • Oligochaeta.

Cómo citar

Schiedeck, G., Ernani Schwengber, J., Henrique Cardoso, J., De Medeiros Gonçalves, M., & De Almeida Schiavon, G. (2010). Aspectos culturais associados às minhocas no Brasil. ACTA ZOOLÓGICA MEXICANA (N.S.), 26(2). https://doi.org/10.21829/azm.2010.262875

Resumen

Os oligoquetas fascinam os pesquisadores há muito tempo, porém, no Brasil, poucos sabem a origem do nome comum dado ao animal com que trabalham diariamente: ‘minhoca’. Da mesma forma, o ‘mito do minhocão’ surge no imaginário popular do brasileiro do interior como um personagem da natureza capaz de provocar medo, respeito e admiração. O trabalho procurou resgatar estes elementos por meio de consultas bibliográficas e pela rede mundial de computadores com o objetivo de preservar o legado cultural que índios, africanos e europeus construíram sobre a figura da minhoca. Sobre a etimologia do vocábulo ‘minhoca’, duas hipóteses apresentam bons elementos para discussão: a africana e a sul-americana ou brasileira. Contudo, os textos recentes preferem informar sua origem como obscura ou incerta. O ‘mito do minhocão’ é encontrado em diversas regiões do país, em especial onde rios, lagoas e áreas alagadas são fatores de destaque. Em cada relato assume distintas formas e comportamentos, mas com maior freqüência é descrito como uma minhoca ou cobra de tamanho descomunal que costuma desbarrancar as margens dos rios e virar os barcos dos pescadores. O ‘minhocão’ também é visto por muitos como um defensor da natureza contra aqueles que agridem o ambiente.